UFC Moitense fez a estreia oficial do relvado sintético do Juncal “ Um sonho de há muitos anos transformado em realidade”

27/02/2016

0 comentários
UFC Moitense fez a estreia oficial do relvado sintético do Juncal
“ Um sonho de há muitos anos transformado em realidade”

No passado domingo, o União Futebol Clube Moitense fez a estreia oficial do novo piso sintético do Juncal, no jogo a contar para a 17.ª jornada da 1ª fase do campeonato da 2.ª divisão distrital de futebol da AF Setúbal, frente ao Alcacerense. Um sonho de à muitos anos tornado realidade, que levou ao Juncal uma moldura humana a fazer lembrar os tempos de glória do emblema moitense. O DIÁRIO DA REGIÃO marcou presença neste virar de página importante para o futuro do Clube da Vila da Moita, e entrevistou o presidente da direcção João Soeiro.

O que significa para o Moitense o arrelvamento sintético do Juncal?

Significa a conclusão de uma, entre várias etapas, que ao longo dos anos foram transformando o ex. patinho feio dos campos de futebol do distrito, num espaço com excelentes condições a todos os níveis para a prática da modalidade rainha do desporto a nível mundial. O clube projectar-se-á numa dimensão bem diferente em termos de grandeza, e os jovens moitenses passam a ter na sua terra as condições que procuravam noutras paragens. Os nossos associados que já dispunham de condições cómodas para assistir aos nossos jogos, têm agora mais motivação para se deslocarem ao Juncal conforme se pode verificar hoje aqui. Trata-se não apenas de uma mais-valia para a Moita, mas sim de um equipamento da maior importância alguma vez criado na nossa terra. O número de utilizadores, horas de utilização e espectadores, vão bater todos os recordes a que a Vila da Moita alguma vez assistiu, contabilizados anualmente.

Foi difícil chegar até aqui?

Bastante difícil…as coisas são fáceis quando existe muito dinheiro e manda-se fazer e depressa tudo se faz. No nosso caso, foi necessário ser paciente e bater a muitas portas que felizmente se abriram a tempo de salvar o Moitense de um eclipse por tempo inimaginável. Foi possível apenas através de um projecto de médio prazo, com inspiração, assente numa cultura de clube que não me recordo de ver igual em 41 anos de associado e 56 de nascido na Moita. Planeámos o objectivo, e fieis ao rumo traçado, fomos sempre indiferentes a algumas vozes destrutivas que vinham do exterior. O clube é gerido de dentro para fora e nunca o contrário. Fomos impulsionados por uma dinâmica imprescindível para o efeito. A ambição foi constante no pensamento, assim como a absoluta convicção que o sonho tornar-se-ia realidade, sendo imperativo agarrar com firmeza e determinação todas as oportunidades que a pouco e pouco iam encurtando a distância nessa caminhada que à partida se sabia longa e difícil.

A quem é dedicada esta obra?

Com justa gratidão aos que directa ou indirectamente, contribuíram não apenas para o arrelvamento sintético, mas toda a transformação a que se tem vindo a assistir de à uns anos a esta parte. Tudo é dedicado aos que serviram o Moitense, aos que hoje honram o nosso emblema, a todo o staff que diariamente trabalha para esse efeito, assim como atletas, adeptos e amigos, com destaque para os associados que independentemente das opções que ao longo dos últimos anos tiveram que ser tomadas de modo a garantir que finalmente um projecto do clube passasse das intenções à realidade, nunca deixaram de pagar as suas quotas. Condição indispensável ao estatuto de associado e garante da existência do União Futebol Clube Moitense.

Chama a si enquanto presidente, os louros da obra realizada?

É uma vitória do Moitense. Pessoalmente limito-me apenas a cumprir com a minha obrigação, que consiste em fazer com o máximo empenho o mais que posso e o melhor que sei, com base no rigor e disciplina, características que os “falsos” amigos do Moitense, incomodados com o progresso bem visível no clube, confundem com “ditadura”. O Clube não tem para comigo qualquer dívida de gratidão, nem para com os meus colegas dos órgãos sociais. Nós é que lhe estamos gratos por nos ter sido permitido lutar e sofrer a seu lado em defesa do seu bom nome, nobres ideais e legitimos direitos e interesses, e ainda pela possibilidade de poder-mos inscrever os nossos nomes numa das muitas páginas da sua história. Por fim quero mostrar a nossa gratidão ao Marítimo Futebol Clube Rosarense, cuja casa foi também a nossa de 1 de Setembro de 2015 a 16 de Fevereiro de 2016. O nosso espaço está à disposição deste clube amigo…




João Fernandes

Futebol Formação –“Águias” pescam no Rosário “ Atleta da EAS Moita/Rosário transfere-se para o Benfica”

26/02/2016

0 comentários
Futebol Formação –“Águias” pescam no Rosário
“ Atleta da EAS Moita/Rosário transfere-se para o Benfica”

O jovem atleta Rodrigo Pinto, de 10 anos de idade, vai representar o Sport Lisboa e Benfica. Criado na Escola Academia Sporting/Rosário, despertou a cobiça de um clube grande nacional pelas suas qualidades técnicas, que deixam antever um futuro promissor para Rodrigo Pinto. Em declarações ao nosso jornal o coordenador da EAS Moita/Rosário, José Alexandre Bruno, mostrando-se feliz pela transferência de mais um produto da Escola para clubes de outra dimensão disse-nos “A EAS Moita/Rosário continua a desenvolver um trabalho de referência no futebol formação. Focados na evolução individual, o trabalho da escola é reconhecido cada vez mais por todos os agentes do desporto, daí a “cobiça” dos clubes grandes do futebol nacional por atletas aqui criados” referiu.


JF 

Atletismo - 13º Corta-Mato do Vale da Amoreira “ Clube Desportivo Recreativo Ribeirinho imparável na classificação colectiva”

0 comentários
Atletismo - 13º Corta-Mato do Vale da Amoreira
“ Clube Desportivo Recreativo Ribeirinho imparável na classificação colectiva”

Disputou-se a 13ª edição do Corta-Mato do Vale da Amoreira, prova integrada no calendário do AtletisMoita – Torneio das Colectividades do Município da Moita em Atletismo. Organizado pelo Clube Desportivo e Recreativo Ribeirinho, em parceria com a Câmara Municipal da Moita e a União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira, este corta-mato contou com a participação de 170 atletas em representação de 20 equipas. Colectivamente a vitória coube uma vez mais à equipa do Clube Desportivo Recreativo Ribeirinho (Baixa da Banheira), que somou 358 pontos, seguindo-se o Grupo Desportivo Popular do Chão Duro (209 pontos) e o Grupo Desportivo Fonte da Prata (77). Os vencedores individuais foram os seguintes: Benjamins – Márcia Afonso (CDRR) e Dinis Marcelo (CDRR); Infantis – Fabiana Palmeiro (CDRR) e António Felipe (GDFP); Iniciados – Mariana Geraldes (GDPCD) e Ruben Dias (CDRR); Juvenis – Georgete Daniel (GDPCD) e Paulo Reis (AKorpo); Juniores – Catarina Anastácio (CDRR) e Luís Rafael (GDCD); Seniores – Filipa Costa (CDRR) e André Fernandes (CDRR); Veteranos 1 – Paulo Guimarães (CDRR); Vet.2 – Paulo Cantante (CDRR); Vet.3 – Joaquim Belchior (CDRR); Vet.4 – Rui Baltazar (CDRR); Vet.5 – Amílcar Duarte (SCP); Vet.6 – José Nunes (CAAM); Veteranas 1- Inês Marques (N.A.Penteado); Vet.2 – Maria Lopes (Estenegra).

João Fernandes

Futsal – Campeonato Nacional de Juniores – Zona Sul “ GD EB D. João I consegue importante triunfo frente ao Burinhosa”

0 comentários
Futsal – Campeonato Nacional de Juniores – Zona Sul
“ GD EB D. João I consegue importante triunfo frente ao Burinhosa”


O Grupo Desportivo Escola Básica D. João I venceu a equipa do Burinhosa por 8-6, em jogo da 2ª jornada da 2ª fase (manutenção) da zona sul, do Campeonato Nacional de Juniores. Um triunfo difícil mas justo da equipa da Baixa da Banheira, perante um adversário forte e organizado que tudo fez para conquistar os três pontos em disputa. Foi a segunda vitória consecutiva da equipa de Tiago Coimbra, que denota um excelente momento de forma e surge apostada em conseguir a manutenção. No outro jogo da ronda o NS Leiria, adversário directo do GD EB D. João I, venceu por margem folgada a equipa algarvia dos Sonâmbulos. Classificação: 1º Burinhosa – 13 pontos, 2º NS Leiria – 11 pontos, 3º GD EB D. João I – 9 pontos, 4º Sonâmbulos – 2 pontos. Próxima Jornada: GD EB D. João I vs Burinhosa (26/02/2016) e NS Leiria vs Sonâmbulos (27/02/2016).

Modalidades – Os Indefectíveis conquistam a Taça AFS de Futsal Feminino “ No jogo da final as alhosvedrenses venceram o CRD Miratejo por 7-6 (ap.)

0 comentários

Modalidades – Os Indefectíveis conquistam a Taça AFS de Futsal Feminino
“ No jogo da final as alhosvedrenses venceram o CRD Miratejo por 7-6 (ap.)

A equipa feminina do Grupo “Os Indefectíveis” conquistou a Taça Associação Futebol de Setúbal – época 2015/2016. No jogo da final disputado no Pavilhão Municipal da Quinta do Conde, a equipa de Alhos Vedros venceu o Clube Recreativo Desportivo Miratejo por 7-6 (após prolongamento). Ao intervalo o resultado era favorável à equipa do concelho da Moita (3-2). No final do tempo regulamentar o marcador registava uma igualdade (5-5). O muito público presente no pavilhão que apoiou incansavelmente as suas equipas, pode assistir a um excelente e emotivo espectáculo de futsal, com a incerteza quanto ao vencedor a pairar até ao derradeiro segundo da partida. Glória aos vencedores, Honra aos vencidos… Com a conquista da Taça AFS, o Grupo “Os Indefectíveis” fez a “dobradinha”, juntando este título ao de campeã distrital 2015/2016, indo disputar na próxima época o nacional da modalidade. O troféu à equipa vencedora foi entregue pelo presidente da Associação Futebol de Setúbal, Dr. Sousa Marques.


JF

Inatel - Entrevista a Valter Gomes treinador do GF Azul e Ouro “ Todos os anos o nosso clube é visto como um candidato ao título”

29/10/2015

0 comentários
Inatel - Entrevista a Valter Gomes treinador do GF Azul e Ouro
“ Todos os anos o nosso clube é visto como um candidato ao título”

O Grupo Futebol Azul e Ouro, é uma das mais carismáticas equipas do campeonato de futebol do Inatel de Setúbal. Prestes a iniciar-se mais uma época desportiva, a equipa da Baixa da Banheira, concelho da Moita, mostra-se pronta para os desafios da época em que a fasquia é elevada dada a qualidade do plantel. Valter Gomes, vai cumprir a sua segunda época na qualidade de treinador ao serviço do clube onde jogou durante 14 temporadas. O DIÁRIO DA REGIÃO foi ao encontro do jovem técnico que nos concedeu a seguinte entrevista:

Como tem decorrido a pré-temporada?

A pré-temporada tem decorrido bem, dentro dos objectivos que tínhamos para a mesma. O mais negativo foram as inúmeras lesões que temos tido durante esta fase. Espero que todos os atletas lesionados recuperem rapidamente para poderem voltar a estar junto da equipa e alguns possam regressar aos seus trabalhos. Temos realizado alguns jogos de treino com equipas da Inatel e também da distrital, alguns têm corrido bem e outros nem por isso mas é para isso que servem as pré temporadas, errar e ter tempo para corrigir. Aproveito para agradecer a todos os treinadores das equipas que temos jogado em especial aos da distrital, que nos têm dado oportunidades de jogar com eles. Sem dúvida alguma aprendemos imenso com todos eles e isso ajuda-nos imenso a crescer como equipa...é de louvar a disponibilidade dessas equipas e dos seus treinadores em nos receberem

O plantel dá garantias de uma boa época?

Mais uma vez voltámos a perder imensos jogadores. Dos 26 da época passada apenas ficaram 12, em relação aos reforços até à data chegaram 10 novos jogadores. Este ano temos um plantel mais reduzido em relação ao da época anterior composto por 22 jogadores. Estamos a formar uma equipa praticamente nova mas tenho que enaltecer o empenho e a dedicação de todos eles. Temos um excelente espirito de grupo que cresce a cada dia onde todos os jogadores têm uma excelente relação entre eles. Uma verdadeira família. Olhando para tudo isto e juntando a qualidade que todos estes jogadores têm, acredito que estão reunidas todas as condições para fazer-mos um bom campeonato

Quais os objectivos para a época?

O principal objectivo passa por fazer melhor que a época passada. Nós olhamos jogo a jogo e temos vontade de vencer todos os jogos que disputamos. Às vezes não é possível, mas estar entre as primeiras 4 equipas do campeonato (meias-finais) esse é o nosso primeiro objectivo e depois de estar-mos lá logo se vê o que acontece. Sabemos que todos os anos olham para o Azul e Ouro como um candidato ao titulo.

Como analisas o futebol que se pratica no Inatel?

O futebol do Inatel cresce ano após ano. As equipas já não são compostas pelos tais "velhos e barrigudos" do passado muito pelo contrário, hoje a maioria das equipas é composta por muitos jovens que sobem dos juniores de vários clubes do nosso distrito e que não têm oportunidades de continuar a jogar nesses clubes e vem para o Inatel, onde muitos deles acabam depois por dar o salto para outros campeonatos. Também se nota um trabalho mais sério a nível dos clubes e da forma como encaram o campeonato, as equipas têm mais condições de trabalho e trabalha-se de forma muito séria. Posso dizer que no distrito de Setúbal, há 4 ou 5 equipas do Inatel que podiam disputar a 2.ª distrital e não tenho dúvidas que iam causar imensas surpresas. Só quem desconhece a realidade do campeonato pode ficar espantado com o que eu afirmo

Um incentivo?

Aos nossos sócios e amigos peço uma vez mais que continuem a apoiar este clube e estes jogadores, pois merecem tudo o que tem recebido de todos vós, e sem dúvida que temos muito orgulho em ter o vosso apoio e que tanto nos ajuda e nos motiva. Da nossa parte prometo que vamos fazer de tudo para continuar a dignificar e honrar o símbolo que carregamos ao peito, fazendo de cada jogo uma batalha e lutando pela vitória em todos eles…

Grupo Futebol Azul e Ouro 2015/2016
Presidente – Luís Rodrigues, Director Desportivo – Luís Silvestre

Equipa Técnica
Valter Gomes (treinador principal), João Chaves e Júlio Moreno (adjuntos)

Plantel
´
Guarda-Redes – Emanuel Mendes, Miguel Nobre, Mário Silva

Defesas – Miguel, David Pinto, Filipe Santos, Diogo Colaço, André Jerónimo, Lassana Mané, Gonçalo Paulista, Daniel Honório

Médios - Ricardo Almeida, Rui Ribeiro, Luís Barreto, Miguel Salvador, Fábio Marques, Sérgio Rodrigues /Daniel Honório

Avançados -  Wilson Nascimento, Sergiu Tasnicenco, Ruben Nóbrega, Ivanuel Nunes

JOÃO FERNANDES




Rugby – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão “ Jornada negativa para RV Moita e Vitória de Setúbal”

0 comentários
Rugby – Campeonato Nacional da 1.ª Divisão
“ Jornada negativa para RV Moita e Vitória de Setúbal”

A 4.ª jornada da Fase Regular do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão de Rugby, foi negativa para as duas equipas do distrito que saíram derrotas dos confrontos com os adversários da jornada. No Campo de Jogos do Gaio/Moita, o Rugby Vila da Moita sofreu a quarta derrota da época ao perder frente ao líder RC Montemor por 11-26. A equipa moitense acompanha o Caldas RC na cauda do pelotão. O Vitória de Setúbal que na jornada anterior tinha conseguido a sua primeira vitória no campeonato, foi derrotado pelo RC Santarém por 20-37. O jogo disputou-se em Santarém, por troca de campo. A equipa sadina ocupa a 6.ª posição na tabela classificativa.

Resultados: RV Moita 11-26 RC Montemor; CR Évora 66-7 Caldas RC; CR São Miguel 18-18 CR Técnico; Vitória Setúbal 20-37 RC Santarém; Sporting Rugby vs SL Benfica “B” (adiado).

Classificação: 1º RC Montemor - 19 pts; 2.º CR Técnico - 15 pts; 3º RC Santarém -14 pts; 4.º SL Benfica “B”- 13 pts (-1 jogo); 5.º CR Évora - 11 pts; 6.º V. Setúbal - 5 pontos; 7.º Sporting - 4 pts (-1 jogo); 8.º CR São Miguel - 4 pts; 9.º RV Moita - 2 pontos; 10.º Caldas RC – 2 pts.

Próxima Jornada (31/10/2015): SL Benfica “B” vs Vitória Setúbal; Sporting Rugby vs RV Moita; Caldas RC vs CR São Miguel; CR Técnico vs RC Montemor; Caldas RC vs CR Évora.

JF

Hóquei em Patins – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão – Zona Sul “GD Sesimbra empata e HCP Grândola volta a perder”

0 comentários
Hóquei em Patins – Campeonato Nacional da 2.ª Divisão – Zona Sul
“GD Sesimbra empata e HCP Grândola volta a perder”

Disputou-se a 4.ª jornada da Zona Sul, do Campeonato Nacional da 2.ª Divisão de Hóquei em Patins. O GD Sesimbra, que na jornada anterior foi penalizado com uma derrota (0-10) por falta de comparência devido a um erro organizativo no jogo em casa frente à AD Oeiras, foi arrancar um empate a duas bolas no recinto do S. Alenquer. O HCP Grândola somou a sua segunda derrota consecutiva da época ao perder em casa frente à equipa da Biblioteca IR (2-5). Nas restantes partidas o destaque vai para a derrota do SL Benfica “B” no reduto do CA Campo de Ourique. As “águias” perderam assim a invencibilidade na prova.

Resultados da 4ª jornada: HCP Grândola 2-5 Biblioteca IR; S. Alenquer 2-2 GD Sesimbra; CA Campo Ourique 6-4 SL Benfica “B”; Marítimo SC 2-4 AA Coimbra; A Juventude Salesiana 5-3 HC “Os Tigres”; HC Sintra 8-1 UD Nafarros; AD Oeiras 4-1 SC Tomar

Próxima Jornada (31/10/2015): SL Benfica “B” vs HCP Grândola; GD Sesimbra vs SC Tomar; S. Alenquer vs CA Campo Ourique; Biblioteca IR vs Marítimo SC; AA Coimbra vs A Juventude Salesiana; HC “Os Tigres” vs HC Sintra; UD Nafarros vs AD Oeiras;

Hóquei em Patins – Campeonato Nacional da 3.ª Divisão – Zona Sul
“ Jornada negativa para HC Santiago, HC Vasco da Gama e CN Setubalense”

A 5.ª jornada da zona sul, do campeonato nacional da 3.ª divisão de Hóquei em Patins foi negativa para as três equipas do distrito. Em Santiago do Cacém, numa excelente e emotiva partida de hóquei, o HC Santiago perdeu pela margem mínima frente ao líder GRF Murches (3-4). Sorte idêntica tiveram o HC Vasco da Gama e o CN Setubalense. A equipa de Sines foi derrotada no recinto do CF Estremoz, e também por um golo de diferença (4-5) e a equipa de Setúbal foi ao Algarve perder com CD Boliqueime (2-5).
Resultados: CD Boliqueime 5-2 HC PDL; HC Santiago 3-4 GRF Murches; GDR "Os Lobinhos" 4-5 CP Beja; FC Castrense 1-6 Clube TAP Portugal; CF Estremoz 5-4 HC Vasco da Gama; GC Odivelas 1-4 Parede FC; AC Tojal 8-7 CN Setubalense. Folgou o GDS Cascais. 
Próxima Jornada (31/10/2015) – CP Beja vs HC Santiago; HC Vasco da Gama vs FC Castrense; HC PDL vs CN Setubalense; GDR Murches vs CD Boliqueime; Clube TAP vs GDR “Os Lobinhos”; Parede FC vs GDS Cascais; AC Tojal vs GC Odivelas. Folga o CP Estremoz.


JF       

Futsal – Campeonato Distrital de Juniores “ Indefectíveis vencem Fabril do Barreiro e mantém-se firmes no comando”

0 comentários
Futsal – Campeonato Distrital de Juniores
“ Indefectíveis vencem Fabril do Barreiro e mantém-se firmes no comando”

Os Indefectíveis venceram o Fabril do Barreiro por 4-2 em partida correspondente à 7.ª jornada do campeonato distrital de juniores de Futsal da AF Setúbal, disputada no Pavilhão José Afonso, em Alhos Vedros. Uma vitória justa que permitiu à equipa do concelho da Moita manter a liderança isolada do campeonato com dois pontos de vantagem sobre o duo Cariocas FC e Piedense. Nota de destaque para as goleadas conseguidas pelo FC S. Francisco, GD EB D. João I e Piedense. O único empate da jornada aconteceu no jogo que opôs a UDR Quinta do Conde ao SC Banheirense (3-3). O Laranjal é lanterna vermelha sem qualquer ponto conquistado até ao momento.

Resultados da 7ª Jornada: Acad. Bairro Miranda 1-7 Piedense; FC S. Francisco 12-1 Laranjal; Os Indefectíveis 4-2 Fabril Barreiro; Cova da Piedade 5-2 GDP Chão Duro; GD EB D. João I 10-1 Paivas; CA Santa Marta do Pinhal 6-8 Cariocas FC; UDR Quinta do Conde 3-3 SC Banheirense

Classificação: 1º Os Indefectíveis – 18 pts; 2º Cariocas FC – 16 pts; 3º Piedense -16 pts; 4º FCS. Francisco - 15 pts; 5º SC Banheirense – 15 pts; 6º GD EB D. João I – 15 pts; 7º Cova da Piedade – 13 pontos, 8º UDR Quinta do Conde – 13 pts; 9º CA Santa Marta do Pinhal – 7 pts; 10º Paivas – 6 pts; 11º Fabril Barreiro – 4 pt, 12º GDP Chão Duro -3 pts, 13º Acad Bº Miranda – 1 pt; 14º Laranjal – 0 pts.

Próxima Jornada (31/10/2015): Piedense vs UDR Quinta do Conde; Laranjal vs Acad. Bairro Miranda; Fabril Barreiro vs FC S. Francisco; GDP Chão Duro vs Os Indefectíveis; Paivas vs Cova da Piedade; Cariocas FC vs GD EB D. João I; SC Banheirense vs CA Santa Marta do Pinhal
JF      


Futebol – Campeonato da 1.ª Divisão Distrital “ Dérbi Alcochetense – Olímpico Montijo é um dos pratos fortes da 3.ª jornada”

0 comentários
Futebol – Campeonato da 1.ª Divisão Distrital
“ Dérbi Alcochetense – Olímpico Montijo é um dos pratos fortes da 3.ª jornada”

No próximo domingo, dia 01 de Novembro de 2015, às 15h00, o Estádio António Almeida Correia “Foni” em Alcochete, vai ser palco do dérbi entre o Grupo Desportivo Alcochete e o Clube Olímpico Montijo, um dos pratos fortes da 3.ª jornada do campeonato da 1.ª divisão distrital da AF de Setúbal. Um jogo entre vizinhos e “rivais”, que suscita grande interesse entre os adeptos das duas equipas e do público em geral. As duas equipas ainda não venceram para o campeonato. O GD Alcochete estreou-se com um empate caseiro frente ao Comércio e Indústria, e na jornada passada perdeu no terreno dos Pescadores da Costa da Caparica (1-2). O Olímpico Montijo ainda não ganhou mas ainda não perdeu. A formação montijense no jogo inaugural foi empatar a Grândola (3-3) e na 2.ª jornada empatou em casa com o GD Sesimbra (1-1). José Pedro, treinador da equipa verde e branca procura a primeira vitória na competição e simultaneamente encontrar o rumo que coloca o Alcochetense como um sério candidato ao título distrital. Olívio Cordeiro, treinador do Olímpico, sabe que a pressão de vencer está do lado do adversário e vai jogar com esse factor para contrariar a mais-valia do opositor e sair de Alcochete com um resultado positivo. Estão reunidos os condimentos para se assistir a uma emotiva partida de futebol, e no final que ganhe o melhor…


JF

Relógio

Tempo Setúbal

Tempo Setúbal

Tempo Moita

Tempo Moita

Visitas

Futebol 1ª Divisão"Setúbal"

Mail

sportsetubal@gmail.com

SportSetúbal

Com tecnologia do Blogger.

Mensagens populares

Seguidores