Atletismo – Campeonato Nacional Sub-23 “ Cátia Santos sagrou-se vice-campeã nacional dos 3.000 metros”

16/07/2014

0 comentários
Atletismo – Campeonato Nacional Sub-23
“ Cátia Santos sagrou-se vice-campeã nacional dos 3.000 metros”

Decorreu no passado fim-de-semana, em Braga, o Campeonato Nacional Sub-23 em Atletismo. A atleta do concelho da Moita, Cátia Santos, em representação do Grupo Desportivo do Estreito (Madeira) sagrou-se vice-campeã nacional na prova dos 3.000 metros com um novo recorde pessoal registado em 9.47,36. Foi uma despedida em beleza do escalão de sub-23, da atleta treinada pelo atleta olímpico Luís Feiteira, também ele do concelho da Moita.


JF

Atletismo – Campeonato Nacional de Pista ao Ar Livre para Veteranos “Leonel Viegas campeão nacional e Sofia Avoila vice-campeã na Marcha Atlética”

0 comentários
Atletismo – Campeonato Nacional de Pista ao Ar Livre para Veteranos
“Leonel Viegas campeão nacional e Sofia Avoila vice-campeã na Marcha Atlética”

Realizou-se este fim-de-semana, no Pombal, o Campeonato Nacional de Pista ao Ar Livre para Veteranos. Organizado pela Associação Nacional de Atletismo Veterano (ANAV), este campeonato nacional esteve aberto a todos os atletas veteranos federados na Federação Portuguesa de Atletismo. Entre os vários atletas do distrito de Setúbal presentes destaque para Leonel Viegas, que sagrou-se Campeão Nacional na prova de 5.000 metros de Marcha Atlética, e para Sofia Avoila, que conquistou o título de Vice-Campeã Nacional na mesma distância.


JF

Luís Bonifácio, sagrou-se campeão 2013/2014 ao serviço do Fabril do Barreiro “ Guarda-Redes conquistou o sexto título da sua carreira”

0 comentários
 Luís Bonifácio, sagrou-se campeão 2013/2014 ao serviço do Fabril do Barreiro
“ Guarda-Redes conquistou o sexto título da sua carreira”

Luís Bonifácio, nasceu no Rosário (Moita) e foi precisamente ao serviço do clube da sua terra o Marítimo Rosarense, que conquistou na época 95/96 o seu primeiro título. A época passada sagrou-se campeão distrital ao serviço do Fabril do Barreiro, alcançando o sexto título da sua carreira, o que faz dele o guarda-redes da distrital da AF de Setúbal com mais títulos conquistados. Aos 37 anos de idade e com 17 de carreira, Luís Bonifácio está de saída do Fabril mas pretende continuar no activo e manter viva a sua paixão pelo futebol. O DIÁRIO DA REGIÃO, foi ao encontro do experiente guarda-redes e aqui fica a entrevista onde o mesmo aborda o passado, o presente e o futuro.
Luís Bonifácio fala-nos dos teus 17 anos de carreira?
Começei a jogar futebol aos 8 anos de idade no Beira Mar Gaiense. De seguida ingressei no Barreirense, clube onde fiz toda a minha formação tendo passado pelos escalões de Iniciados, Juvenis e Juniores, sempre como titular. Na minha primeira época como senior acabei dispensado pelo Barreirense, fui para o Marítimo Rosarense onde estive três épocas, nas quais conquistei o meu primeiro título na época 95/96, quando fomos campeões da 2ª distrital. Seguiram-se o GD Fabril (1 época), o Palmelense (4 épocas), o Estrela Vendas Novas (4 épocas) onde conquistei três títulos: taça Évora, campeão da 1ª distrital e campeão da 3ª nacional, regressando na época 2012/2013 ao Fabril (2 épocas).
Balanço das duas épocas no Fabril? Sabor da conquista de mais um título?
Na primeira época com Conhé não fui opção durante toda a temporada. Na segunda começei como titular e ao fim de dez jogos com a equipa em 1º lugar com cinco pontos de avanço do segundo e sem qualquer explicação por parte do treinador Manuel Correia, fui relegado para o banco de suplentes. Voltei à titularidade na fase decisiva do campeonato no jogo em que vencemos o Amora em casa e demos um passo de gigante para a conquista do título e joguei até ao fim. O balanço acaba por ser positivo pois contribuí para a conquista do título de campeão distrital alcançado pelo Fabril. Numa carreira de 17 anos e já com a conquista de cinco títulos, este foi mais um. Claro que é sempre bom ser campeão, um título é sempre um título mas nada a que eu não estivesse acostumado pois foi o sexto da minha carreira.
Quais os melhores e os piores momentos da tua carreira?
Ao longo de todos estes anos a minha passagem  por Vendas Novas foi a mais marcante, uma cidade onde fui muito bem recebido pelas pessoas e retribuí a minha gratidão com a conquista de três títulos nas quatro épocas que lá estive. Jamais esquecerei quando ali conquistei o título da 3ª divisão e fomos recebidos como uns heróis por toda a cidade, assim como, ficará para sempre guardado na minha memória a conquista da taça da AF Évora, cuja decisão foi através da marca de grandes penalidades, em que marquei o penalty decisivo e defendi cinco grandes penalidades. Outro grande momento foi o meu segundo título com a camisola do M.Rosarense, onde no jogo decisivo frente ao M.Caparica, e depois de estar-mos a vencer por 1 – 0, consegui com grandes intervenções que o resultado se mantivesse até ao final e nos desse o título de campeões. Nos piores momentos destaco um momento de aflição quando jogava na 2ª divisão nacional no Vendas Novas, em que por pouco não vi a minha perna ser amputada, a frustração sentida por uma não subida à 3ª divisão em que terminámos o campeonato com os mesmos pontos do campeão e a minha chegada ao Fabril em que pela primeira vez na minha carreira não fui opção durante toda a época
Olhando para trás pensas que poderias ter chegado mais longe?
Penso que poderia ter atingido um nível mais elevado mas nunca fui profissional a 100%, tendo sempre conciliado o futebol com o trabalho. Estive sempre em clubes que lutavam pela subida e só por uma vez me senti tentado a arriscar como profissional num clube (Nacional da Madeira).
Quais os requisitos para se ser um bom guarda-redes?
Na minha opinião um guarda-redes antes de mais tem que ter capacidade de liderança na sua posição corrigindo os erros dos defesas (posicionamento/marcação), um guarda-redes forte fora dos postes e a saber jogar bem com os pés. As minhas qualidades técnicas passam por ser forte nos cruzamentos. Para mim a nível nacional o Rui Patrício é o melhor e a nível internacional aponto o Manuel Neuer(g.redes do Bayern e da selecção alemã), como o melhor do mundo.
O Luís Bonifácio está de saída do Fabril? È o ponto final na carreira?
Apercebi-me antes da época terminar que não fazia parte dos planos do treinador para a próxima época, pois Manuel Correia não apreciava a experiência dos mais velhos, o meu caso e o do Paulo Catarino. Eu sentia que tinha condições para efectuar mais uma época ao meu nível, mas respeito a decisão do treinador. Não me considero acabado para o futebol, penso continuar a jogar e que a minha experiência de 17 anos a defender as balizas poderá ser útil a algum clube que tenha pretensões de lutar por algum título. Gostava de conquistar o meu sétimo título, Quando não me sentir em condições físicas e psicológicas serei o primeiro a pendurar as luvas.
Futuro?
Quando pendurar as luvas quero ficar ligado ao futebol como treinador de guarda-redes e transmitir aos mais novos a minha experiência destes anos todos no futebol. Para já vou-me iniciar no Playhouse(Jardia) onde serei o treinador de guarda-redes dos escalões de infantis, escolinhas e iniciados.
Que conselhos darias aos mais jovens?
Para todos aqueles que pretendem seguir a posição de guarda-redes no futebol, quero lhes dizer que trabalhem muito e acreditem nas suas potencialidades. Com trabalho e dedicação podem chegar lá...

JOÃO FERNANDES



Na Baixa da Banheira – Integrado no calendário do GP Meta “ Torneio de Ténis das Festas da Baixa da Banheira”

0 comentários
Na Baixa da Banheira – Integrado no calendário do GP Meta
“ Torneio de Ténis das Festas da Baixa da Banheira”

No passado fim-de-semana, dias 05 e 06 de Julho, disputou-se nos courts de ténis do Parque Municipal José Afonso, na Baixa da Banheira, o tradicional torneio de ténis das Festas da Baixa da Banheira 2014.  Integrado no calendário de provas do Grande Prémio META - Escola Ténis Associação, este torneio teve como vencedores David Fontinha, na série A, Saulo Fernandes, na série B e nos Sub-12 saíu vitorioso António Guerreiro. Nuno Cavaco, presidente da União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira, participou na cerimónia da entrega dos troféus aos vencedores.


JF

Na Moita – CR Palheirão organizou Campo de Verão de Basquetebol “ Participaram 57 jovens dos 5 aos 15 anos de idade”

0 comentários
Na Moita – CR Palheirão organizou Campo de Verão de Basquetebol
“ Participaram 57 jovens dos 5 aos 15 anos de idade”

Decorreu no Pavilhão Desportivo Municipal da Moita, o tradicional Campo de Verão do Basquetebol. Organizado pelo Clube Recreativo do Palheirão, com o patrocínio da Câmara Municipal da Moita, e os apoios do Jornal “ Correio da Manhã”; Intermarché da Moita, Loja Maltinha (Moita) e da Zuritel, este evento desportivo que marca o encerramento da época desportiva do CR Palheirão, teve a participação de 57 jovens masculinos e femininos, dos 5 aos 15 anos de idade. Sob a supervisão de seis monitores da área do basquetebol, os jovens puderam aprender as várias técnicas desta modalidade, e participar em vários concursos. No final todos os participantes receberam entre outros, uma t shirt alusiva ao Campo, medalhas e muitos outros prémios sorteados. O reinício dos treinos para a nova época desportiva 2014/2015, está marcado para o dia 02 de Setembro de 2014, no Pavilhão Desportivo Municipal.

João Fernandes


Futebol – Marco Tábuas assina pelo CD Gouveia “ Antigo guarda-redes do V.Setúbal vai comandar a equipa serrana que disputa o CN Seniores”

0 comentários
Futebol – Marco Tábuas assina pelo CD Gouveia
“ Antigo guarda-redes do V.Setúbal vai comandar a equipa serrana que disputa o CN Seniores”

Marco Tábuas, 37 anos, é o novo treinador do Clube Desportivo de Gouveia, clube histórico da Serra da Estrela, que se sagrou em 2013/2014 campeão da 1ª divisão da AF da Guarda. Esta será a segunda experiência do antigo guarda-redes do Vitória de Setúbal como treinador principal, depois de na época passada ter comandado o Grupo Desportivo Vitória de Sernache. O Clube Desportivo Gouveia irá participar na série D, do Campeonato Nacional de Seniores da próxima época 2014/2015. Marco Tábuas e todo o seu staff, em conjunto com a direcção do clube, já se encontram a preparar a nova época desportiva na qual pretendem ter uma equipa competitiva. A juntar às renovações, mais seis jogadores estão dados como certos na equipa serrana.


JF

EAS Moita/Rosário encerra época desportiva 2013/2014 “ Um projecto de sucesso no futebol formação do concelho da Moita”

0 comentários
EAS Moita/Rosário encerra época desportiva 2013/2014
“ Um projecto de sucesso no futebol formação do concelho da Moita”

Implantada no Campo da Madalena, no Rosário, a Escola Academia Sporting Moita/Rosário, prepara-se para encerrar a época desportiva 2013/2014. Um projecto de sucesso este, que resulta de uma parceria entre o Marítimo Futebol Clube Rosarense e a E.A.S Moita/Rosário. Em declarações ao nosso jornal José Alexandre Bruno, coordenador da Escola, fez-nos um pequeno balanço de mais um ano de existência, mostrando-se satisfeito com o desenvolvimento que a mesma tem tido “ A Escola Academia Sporting Moita/Rosário funciona à dois anos e meio e o balanço que podemos fazer é bastante positivo com os objectivos traçados a serem alcançados. Este ano tivemos quatro equipas de competição, aumentámos o número de atletas referenciados no Sporting Clube de Portugal, e vimos mais um atleta nosso saír para representar o mesmo. Para além dos muitos interessantes resultados desportivos  conseguidos, vencemos torneios de referência do futebol de formação que existe em Portugal” diz. A E.A.S. Moita/Rosário tem evoluído, sendo procurada por muitos jovens atletas do concelho da Moita e de outros concelhos limítrofes “ Neste momento temos quase 150 atletas e um staff de cerca de 30 pessoas a trabalhar diáriamente. Participamos com as nossas turmas em mais de uma centena de actividades durante esta época desportiva 2013/2014. Por tudo isto, a E.A.S Moita/Rosário é na actualidade um ponto de referência no futebol de formação do conelho da Moita “ diz José Alexandre orgulhoso do trabalho desenvolvido. Sempre em constante evolução a nova época trará algumas novidades “ Na próxima época vamos ter mais equipas de competição e mais turmas de formação. Neste mês de Julho estamos a realizar treinos de captação às quartas e sextas-feiras, a partir das 19h30, para o escalão de Iniciados (nascidos em 2000/2001) e estamos a aceitar novas inscrições para a nova época. De salientar também um aumento significativo de atletas vindos das turmas de formação para aquipas de competição durante esta época desportiva” diz numa alusão à próxima época desportiva 2014/2015.

João Fernandes


Alcacér do Sal – Presidente do clube de Futsal Bairro Laranjal está de saída “ A AF de Setúbal deveria ter uma maior atenção para com esta modalidade”

15/07/2014

0 comentários
Alcacér do Sal – Presidente do clube de Futsal Bairro Laranjal está de saída
“ A AF de Setúbal deveria ter uma maior atenção para com esta modalidade”

Terminada a época desportiva 2013/2014, José Leitão, presidente do Bairro Laranjal, equipa que disputa a 1ª divisão distrital de futsal da AF de Setúbal, decidiu pôr um ponto final na sua ligação ao clube de Alcacér do Sal. À 26 anos ligado ao associativismo, José Leitão exerceu o cargo de presidente nos últimos 12 anos, tendo anteriormente ocupado outros lugares entre vice-presidente, tesoureiro e vogal, sempre na Direcção do clube alcacerense. Em declarações ao DIÁRIO DA REGIÃO, José Leitão explica os motivos da sua não continuação à frente dos destinos do seu Bairro Laranjal “ Por razões graves de saúde de um familiar, terei obrigatóriamente de me afastar dada a necessidade da minha presença quase a tempo inteiro” diz. Numa análise ao último campeonato distrital em que o Bairro Laranjal conquistou o título de campeão da Taça e um honroso terceiro lugar na Supertaça, José Leitão mostra-se bastante crítico com a AF de Setúbal “ Na última época deveria ter havido por parte dos orgãos associativos uma maior seriedade e transparência na aplicação dos regulamentos, algo que não sucedeu. Penso que devia existir uma maior atenção por parte da AF de Setúbal para a modalidade, como por exemplo em razão das circunstâncias económicas que os clubes atravessam, a mesma rever as taxas cobradas, o que devia ser debatido com os clubes. O último campeonato foi mau de mais e os clubes deverão pensar seriamente se vale ou não a pena gastar tanto dinheiro para se assistir a situações como as que se passaram este ano. No estado actual das coisas mais difícil se torna para os clubes conseguirem que as pessoas se envolvam na vida dos mesmos” diz mostrando o seu desencanto perante o estado actual do futsal. Um abandono que não será total “É claro que irei estar sempre presente na vida do clube do qual fui um dos fundadores. Apenas não posso estar presente nos orgãos dirigentes, mas estarei sempre na primeira linha de ajuda e orientação. Foi esta a disponibilidade que deixei aos futuros dirigentes, dado que será uma equipa que já trabalhou comigo durante alguns anos, havendo também outros antigos directores que já se disponibilizaram para ajudar no que for preciso” diz mostrando-se tranquilo quanto à nova direcção que irá assumir os destinos do clube.


João Fernandes

Futebol – Após ter trocado as “águias” pelos “leões” de Macau “Pelo segundo ano consecutivo Jardel sagra-se vice-campeão”

0 comentários
Futebol – Após ter trocado as “águias” pelos “leões” de Macau
 “Pelo segundo ano consecutivo Jardel sagra-se vice-campeão”

Luís Carlos Pereira Ferreira (Jardel), de 26 anos de idade, cumpriu a sua segunda época de futebolista em terras do Oriente. O jogador do concelho da Moita, iniciou a sua carreira no Santoantoniense, passando depois pelos Galitos, Barreirense, 1º Maio Sarilhense, Quintajense, Graciosa dos Açores e Alcochetense, foi vice-campeão nacional de Macau pelo Sporting local, num título conquistado precisamente pela equipa que Jardel representou na época passada, o Benfica de Macau. De regresso a Portugal para um merecido período de férias, o atacante dos “leões” de Macau, fez-nos um balanço da época:

Satisfeito com o seu Sporting de Macau?
Sim. Em Macau as condições que as equipas usufruem são práticamente as mesmas, a diferença reside no facto de haver equipas com maior poderio financeiro, o que lhes permite alugar mais vezes os campos disponíveis para se treinar. Nós no Sporting tivemos muitas vezes dias sem campos para treinar e sem possibilidades de alugar os mesmos, mas o Sporting de Macau é um clube que procura sempre ultrapassar as contrariedades e não desculpar-se com as mesmas, por isso foi-se sempre arranjando solução para os problemas encontrados. As pessoas ligadas ao clube são extremamente dedicadas e que procuram dar o melhor aos seus jogadores. Foram dos dirigentes mais dedicados que apanhei no futebol.
Balanço da época?
Foi uma época positiva. Os objectivos que nos foram colocados pelos patrocinadores e direcção e que passavam por ficar-mos numa posição respeitável (4º/5º lugar) foram plenamente atingidos. Ficá-mos em segundo lugar no campeonato, lutando pelo título até à derradeira jornada com o Benfica de Macau. Após a campanha no campeonato e devido a questões orçamentais, a Taça ficou para segundo plano, o que levou o clube a disputar as meias-finais sem os jogadores profissionais. A nível pessoal consegui um total de 12 golos, ajudando a equipa a conquistar o segundo lugar.
Frustrante perder o título para o rival Benfica de Macau?
Perder um título é sempre complicado, independentemente do adversário para quem se perde, ainda mais quando é o segundo ano consecutivo que termino o campeonato de Macau no segundo lugar. No entanto, à sempre algo de positivo que se tira nestas experiências.
O Sporting de Macau ficou satisfeito com a tua prestração ao longo da época?
Sim, acredito que os responsáveis pelo clube ficaram satisfeitos com o meu rendimento. Como sempre fiz e continuarei a fazer, dou sempre o meu melhor pela equipa que represento e acho que isso por norma agrada às pessoas que “sabem” dirigir um clube. O presidente e os directores certamente ficaram agradados pois recebi um convite para renovar o contrato.
O teu futuro continuará a passar por Macau?
Sim o meu futuro ao que tudo indica passará pelo Sporting de Macau. Claro que se aparecer alguma proposta daquelas equipas que os jogadores difícilmente dizem “não”, vou sentar à mesa com os responsáveis do clube e ver o melhor para ambas as partes.


JOÃO FERNANDES

No Gaio/Rosário – Sarau de Verão da Ginástica 2014 “ Ginásio Sede do BMFCG encheu-se literalmente de atletas e público”

0 comentários
No Gaio/Rosário – Sarau de Verão da Ginástica 2014
“ Ginásio Sede do BMFCG encheu-se literalmente de atletas e público”

A secção autónoma de ginástica do popular Beira Mar Futebol Clube Gaiense, clube da freguesia de Gaio/Rosário, organizou o Sarau de Verão 2014, evento que marca o final das actividades. O ginásio sede do clube encheu-se literalmente para presenciar o desfile das várias classes que marcaram presença: ginástica mini-trampolim/duplo trampolim, ginástica infantil, karaté, danças sevilhanas, danças de salão e zumba. O Sarau foi composto pelo desfile das várias modalidades, com os cerca de 100 praticantes de todas as secções a fazerem uma pequena demonstração das mesmas. Uma tarde de muita alegria e muita animação, com o público presente a convite da classe de zumba a participar na demonstração. Presentes estiveram elementos da União Juntas Gaio-Rosário e Sarilhos Pequenos, representantes da Capela da N.ª Senhora do Rosário e da Comissão de Festas do Rosário. Agora é tempo de férias, as actividades voltarão em Agosto, e para Dezembro está marcado o tradicional Sarau de Natal.


JF

Relógio

Tempo Setúbal

Tempo Setúbal

Tempo Moita

Tempo Moita

Visitas

Futebol 1ª Divisão"Setúbal"

Mail

sportsetubal@gmail.com

Arquivo do blogue

SportSetúbal

Tecnologia do Blogger.

Mensagens populares

Seguidores